A Prevalência Da Utilização Da Ferramenta Short Nutritional Assessment Questionnaire (SNAQ) Entre Pacientes Idosos Hospitalizados No Município De Taubaté

Autores

  • Raquel Ferreira de Souza Siqueira Universidade de São Judas Tadeu (USJT), São Paulo
  • Vitória Capeleti Mendes Universidade de Taubaté (UNITAU) – Taubaté - São Paulo (SP), Brasil
  • Odisael Vieira De Siqueira ETE Joao Gomes de Araújo – Pindamonhangaba (SP), Brasil
  • Rita De Cássia De Aquino Universidade São Judas Tadeu (USJT) – São Paulo (SP)

DOI:

https://doi.org/10.37497/colloquium.v2i1.30

Palavras-chave:

Desnutrição, Apetite, Idosos hospitalizados, Avaliação nutricional, Estado nutricional

Resumo

Introdução: A desnutrição, especialmente na faixa etária dos idosos, apresenta-se relacionada ao aumento da mortalidade pela maior susceptibilidade às infecções, aumento da incapacidade funcional, aumento no número de internações e redução na qualidade de vida, podendo levar à sarcopenia. Concomitantemente, o monitoramento do apetite e da ingestão alimentar de idosos hospitalizados está intimamente relacionado com o estado nutricional, na qual interfere na evolução clínica devido ao aumento da probabilidade de desenvolvimento ou agravamento da morbimortalidade. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de risco de desnutrição utilizando a ferramenta de triagem Short Nutritional Assessment Questionnaire (SNAQ) em idosos no momento da internação hospitalar. Método: Estudo caracterizado como pesquisa epidemiológica observacional, com delineamento descritivo longitudinal de campo, realizado em um hospital geral na cidade de Taubaté (SP). A SNAQ foi aplicada por nutricionistas, sendo o paciente considerado em risco nutricional quando o escore foi ≤ 14. A NRS-202 foi aplicada por nutricionistas em todos os pacientes e considerada padrão-ouro para comparação. Resultados: Entre março a dezembro de 2021, foram avaliados 103 pacientes, com a prevalência do sexo feminino, 53,4%. A faixa-etária mais frequente foi observada entre os indivíduos com 60 a 65 anos. De acordo com a classificação da NRS-2002, 78,5% da amostra apresentavam risco nutricional e 17,5% sem risco nutricional. Em relação aos resultados obtidos pelo QNSA, 32% (n=33) indivíduos apresentaram escore ≤ 14 pontos, indicando risco de perda de peso de 5%, em 6 meses. Conclusão: Conclui-se neste presente estudo, que a ferramenta de triagem SNAQ apresentou resultados positivos para a detecção precoce da desnutrição hospitalar, visto que é um questionário curto, fácil e reprodutível por toda a equipe de saúde, sendo estes bem treinados. Em relação ao diagnóstico nutricional identificado pela NRS-2002, observou-se boa concordância correlacionada com a SNAQ.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitória Capeleti Mendes, Universidade de Taubaté (UNITAU) – Taubaté - São Paulo (SP), Brasil

Nutricionista formada pela Universidade de Taubaté - UNITAU.

Odisael Vieira De Siqueira, ETE Joao Gomes de Araújo – Pindamonhangaba (SP), Brasil

Possui graduação em NUTRICAO pela Universidade de Mogi das Cruzes (1997). Atualmente docente do curso Técnico de Nutrição e Dietética da ETE João Gomes de Araújo do Centro Paula Souza. Tem experiência na área de Nutrição, com Pós Graduação em Administração Hoteleira e Licenciatura Plena em Ensino Médio e Profissionalizante.

Rita De Cássia De Aquino, Universidade São Judas Tadeu (USJT) – São Paulo (SP)

Possui Graduação em Nutrição (1987) e Especialização em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (1988), Mestrado em Nutrição Humana Aplicada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (1999) e Doutorado em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é docente e orientadora no Mestrado em Ciências do Envelhecimento na Universidade São Judas e Professora nos Cursos de Graduação da Universidade São Judas Tadeu e da Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Tem experiência na área de Nutrição Clínica, com ênfase em Atendimento Nutricional e Avaliação de Consumo Alimentar de Idosos.

Referências

Barbosa, A., Vicentini, A. P., & Langa, F. R. (2019). Comparison of NRS-2002 criteria with nutritional risk in hospitalized patients. Comparação dos critérios da nrs-2002 com o risco nutricional em pacientes hospitalizados. Ciencia & saude coletiva, 24(9), 3325–3334. https://doi.org/10.1590/1413-81232018249.25042017

Bertoletti, E. & Junges, J. R (2014). O autocuidado de idosas octogenárias: desafio à Psicologia. Revista Kairós Gerontologia, 17(3), 285–303. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2014v17i3p285-303

dos Santos, Roberta Kelly Mendonça, Maciel, Álvaro Campos Cavalcanti, Britto, Heloísa Maria Jácome de Souza, Lima, Jackson Cláudio Costa & de Souza, Túlio Oliveira (2015). Prevalência e fatores associados ao risco de quedas em idosos adscritos a uma Unidade Básica de Saúde do município de Natal, RN, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. 20(12), 3753-3762 .https://doi.org/10.1590/1413-812320152012.00662015.

İlhan, B., Bahat, G., Oren, M. M., BKılıç, C., Durmazoglu, S., & Karan, M. A. (2018). Reliability and validity of Turkish version of the Simplified Nutritional Appetite Questionnaire (SNAQ). The journal of nutrition, health & aging, 22(9), 1039–1044. https://doi.org/10.1007/s12603-018-1051-3

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2018). Projeções da População 2018. https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9109-projecao-da-populacao.html?=&t=conceitos-e-metodos

Kondrup, J., Rasmussen, H. H., Hamberg, O., Stanga, Z., & Ad Hoc ESPEN Working Group (2003). Nutritional risk screening (NRS 2002): a new method based on an analysis of controlled clinical trials. Clinical nutrition (Edinburgh, Scotland), 22(3), 321–336. https://doi.org/10.1016/s0261-5614(02)00214-5

Lau, S., Pek, K., Chew, J., Lim, J. P., Ismail, N. H., Ding, Y. Y., Cesari, M., & Lim, W. S. (2020). The Simplified Nutritional Appetite Questionnaire (SNAQ) as a Screening Tool for Risk of Malnutrition: Optimal Cutoff, Factor Structure, and Validation in Healthy Community-Dwelling Older Adults. Nutrients, 12(9), 2885. https://doi.org/10.3390/nu12092885

Maiolino, Aline Aparecida Bueno, de Souza Cintia, Costa, Elidiane Nascimento, Davies, Elizete Maria, da Cruz, Fátima Jacobina & Machado, Paula Pexe Alves (2018). Avaliação do Estado nutricional e risco de sarcopenia em idosos de uma unidade institucional do município de Cuiabá-MT. Mostra de Trabalhos do Curso de Nutrição do Univag (ISSN 2594-6757), 23, 116–127.

Neelemaat, F., Meijers, J., Kruizenga, H., van Ballegooijen, H., & van Bokhorst-de van der Schueren, M. (2011). Comparison of five malnutrition screening tools in one hospital inpatient sample. Journal of clinical nursing, 20(15-16), 2144–2152. https://doi.org/10.1111/j.1365-2702.2010.03667.x

Pilgrim, A. L., Baylis, D., Jameson, K. A., Cooper, C., Sayer, A. A., Robinson, S. M., & Roberts, H. C. (2016). Measuring Appetite with the Simplified Nutritional Appetite Questionnaire Identifies Hospitalised Older People at Risk of Worse Health Outcomes. The journal of nutrition, health & aging, 20(1), 3–7. https://doi.org/10.1007/s12603-015-0533-9

Rabito, E. I., Marcadenti, A., da Silva Fink, J., Figueira, L., & Silva, F. M. (2017). Nutritional Risk Screening 2002, Short Nutritional Assessment Questionnaire, Malnutrition Screening Tool, and Malnutrition Universal Screening Tool Are Good Predictors of Nutrition Risk in an Emergency Service. Nutrition in clinical practice : official publication of the American Society for Parenteral and Enteral Nutrition, 32(4), 526–532. https://doi.org/10.1177/0884533617692527

Sieske, L., Janssen, G., Babel, N., Westhoff, T. H., Wirth, R., & Pourhassan, M. (2019). Inflammation, Appetite and Food Intake in Older Hospitalized Patients. Nutrients, 11(9), 1986. https://doi.org/10.3390/nu11091986

Wang, T., & Shen, J. (2018). Usefulness of Simplified Nutritional Appetite Questionnaire (SNAQ) in Appetite Assessment in Elder Patients with Liver Cirrhosis. The journal of nutrition, health & aging, 22(8), 911–915. https://doi.org/10.1007/s12603-018-1086-5

Zukeran, M. S., Aprahamian, I., Vicente, B. M., & Ribeiro, S. (2020). PORTUGUESE VERSION OF THE SNAQ QUESTIONNAIRE: TRANSLATION AND CULTURAL ADAPTATION. Arquivos de gastroenterologia, 57(2), 178–181. https://doi.org/10.1590/S0004-2803.202000000-33

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

FERREIRA DE SOUZA SIQUEIRA, R.; MENDES, V. C. .; SIQUEIRA, O. V. D.; AQUINO, R. D. C. D. A Prevalência Da Utilização Da Ferramenta Short Nutritional Assessment Questionnaire (SNAQ) Entre Pacientes Idosos Hospitalizados No Município De Taubaté. Colloquium: health and education, Mooca (SP), v. 2, n. 1, p. e030, 2022. DOI: 10.37497/colloquium.v2i1.30. Disponível em: https://colloquimhealtheducation.com.br/recs/article/view/30. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos